HISTÓRIA DO GRÊMIO

     Dizem que o brasileiro é um povo sem memória e talvez o seja, porém, nós do GSFM queremos mudar isto. Para  tanto, estamos aqui resgatando um pouco da entidade. Nos anos de 1964,1965 e 1966, houve um descontentamento do funcionalismo em função do tratamento dado pelo prefeito nomeado nesta época. Como  o servidor público era impedido de sindicalizar-se, um grupo de servidores, líderes em alguns setores, para se livrarem da pressão individual quando da manifestação do pensamento, resolveram juntar-se em agremiação. Destacam-se neste movimento os servidores: Dr.Parahim Lustosa, Leslie Schoroer, Álvaro dos Santos Silva, Paulo Silva, Marisa Penz, Maria Luiza E. da Silva, Hilda Hubner, Walter M. Delgado e outros. Vários encontros foram realizados na Câmara de Vereadores Municipais que era localizado na rua Júlio de Castilhos, nº 806, antigo Palácio Municipal da Prefeitura.

      Finalmente em 15 de julho de 1966, foi criado O Grêmio, tendo como seu primeiro presidente, o Dr. Parahim Lustosa. A entidade foi criada como agremiação  e tinha como objetivo o lazer e assistência social  para os associados. Em um dos artigos do estatuto, foi colocado que a entidade representaria os associados judicial e extrajudicial.

       Uma das principais conquistas foi a concessão para exploração da Prainha de Novo Hamburgo, no balneário Vitor Mateus Teixeira, localizada junto a Estrada da Integração Leopoldo Petry.

        Em 1971, acontece a segunda grande conquista, onde foi concedida através da Lei Municipal nº 16/71, meio salário padrão como abono de natal, na presidência do sr. Álvaro Santos. Era prefeito municipal, o sr. Níveo Friedrich.

          Em 1978, acontece a grande conquista da agremiação, a  diretoria  presidida pelo sr. Paulo Silva, fazem o pedido de  cedência do prédio da Sociedade Aliança  que o município  havia adquirido para ser utilizado como  sede da entidade. O então prefeito, sr. Miguel Schmitz cedeu o prédio como comodato para o GFM e posteriormente na administração do sr. prefeito, Nelson Ritzel, o então presidente da entidade, sr. Janezi Getúlio Mossmann, conseguiu a sede em definitivo, através de escritura pública. 

            Na época, o Grêmio, oferecia permanentemente assistência social, recreativa e convênios para seus associados. Em 1966, o quadro social tinha aproximadamente 35 sócios.

            Nova fase se inicia. De 1982 à 1984, a entidade, sob a presidência do sr. Janezi, começa  uma nova caminhada, a luta pela defesa dos interesses da categoria com a elaboração de novos projetos e a modernização da gestão administrativa. A discussão dos primeiros  embates e debates sobre o verdadeiro papel do servidor público na sua função e o questionamento sobre o tratamento da administração pública para com os seus servidores.

            A entidade de 1984 a 1988, presidida agora pelo sr. Breno Rosa Pereira, inova a questão do conhecimento administrativo e gerencial da atividade pública. Nesta época o país passava por um momento de transformação política e administrativa.  Neste período, a direção, criou documentos que após tramitar em  congressos , foi encaminhada  comissão de Serviços Públicos e para a satisfação do  GFM, estão inclusos nos artigos 37, 38 e 19 DT da Constituição Federal, que é a exigência do concurso público e a estabilidade do servidor público com mais de cinco anos.

           Em 1986, foi conquistado o dobro dos triênios de 5% para 10%, assim como o abono de natal que passou de 50% para 100% do padrão do vencimento. Paralelamente foram ampliados: o atendimento  a saúde do servidor, ampliação dos convênios, auxílio financeiro e assistência social.

           Em 5 de outubro de 1988, com a promulgação da Nova Constituinte, os servidores passaram a ter o direito à sindicalização e como a entidade estava a frente dos demais pela sua agilidade, em 20 de outubro do mesmo ano, foi transformado em Sindicato, sendo pioneiro no Brasil, registrado no arquivo de entidades sindicais do Ministério do Trabalho.

           Nesta caminhada histórica, em 1991, ocorreu a transformação de Associação dos Funcionários Municipais ( GFM)   para Grêmio Sindicato dos Funcionários Municipais, ato que foi aprovado por mais de 2/3 dos associados, conforme previsto em Estatuto.

            Sindicato e Executivo Municipal, criaram o Regime Único, sendo aprovado por unanimidade pelo Legislativo Municipal, os projetos de Lei nº 180,181,182,183,184., que são: Regime Jurídico Único, o Plano de Carreira do Servidor Público e do Magistério.

            A partir de 1994, houve  modificações na parte social e de assistência na entidade, favorecendo os funcionários sem custo adicional. Numa  área de 1700 m, foram  construídos espaços  para abrigar a academia, salão de jogos, Cooperativa Alimentícia (COOAL), uma sala de reuniões  e outra sala para abrigar a área administrativa da entidade. Neste mesmo período foi adquirida uma ambulância e uma área de terra de 48.872 m para a sede campestre. Foram feitos investimento na área de informática, visando modernizar  a estrutura administrativa interligando- se através de banco de rede e internet.

            O quadro de associados já contava com  916 sócios e passou a ter 2.394.

           Durante a história do GSFM, muitos funcionários públicos estiveram a frente  da entidade, ocupando a Presidência.

Dr. Parahim Lustosa- fundador

1966 a 1968 -  Presidente Dr.Parahim Lustosa

                    Vice- Presidente Walter M. delgado

1968 a  1970 - Presidente Dirceu P.Yllana

1970 a 1972 - Presidente Silson  Fassbinder

                   Vice- Presidente Paulo Silva

1972 a 1974 - Presidente Álvaro Rosa

1974 a 1980- Presidente Dercy Souza

1980 a 1982- Presidente Paulo Silva

1982 a 1988 - Presidente Janezi Getúlio Mosmann

1988 a 1990 - Presidente Ruth M. Schneider dos Santos

1990 a 1992-Presidente Breno Rosa Pereira

                   Vice- Presidente Marino Francisco Tavares

1992 a 1994- Presidente Breno  Rosa Pereira

                    Vice- Presidente  Janezi Getúlio Mosmann

1994 a 1996-Presidente Odenir Schuwartz

                   Vice- Presidente Sérgio Pedroso da Silva

1996 a 1999-Presidente Odenir Schuwartz

                   Vice- Presidente Jussara Dieter

1999 a 2002- Presidente Volnei  Campagnoni

                   Vice- Presidente Antônio Carlos Lucas

2002 a 2005-Presidente Volnei Campagnoni

                    Vice- Presidente Alcides Machado de Souza

2005 a 2008-Presidente Volnei Campagnoni

                    Vice- Presidente Valnei Rodrigues

2008 a 2011-Presidente Volnei Campagnoni

                   Vice- Presidente  Rogério Barreto

2011 a 2014- Presidente Luciane Cristina de Bortoli

                   Vice- Presidente Nilton Sebastião Mendes

 2014 a 2017 - Presidente Wandelci Dornelles de Jesus

                    Vice -Presidente Eusébio Finkler

Propostas da Diretoria 2015/2017

-Mobilizar a categoria em torno de bandeiras sindicais;

-Ampliar a rede de convênios ;

-Recuperar o patrimônio construído do sindicato;

-Alterar o estatuto social;

-Buscar novo associados para o GSFM;

-Participar de congressos.